Biografia: Vagno Caetano de Sousa, 60 anos, nascido no Estado da Paraíba, morou 30 anos em São Paulo onde trabalhou por 27 anos na área Administrativa de uma organização filantrópica, hoje é aposentado trabalhando na obra desde 1.991, é batizado há 27 anos e trabalho como voluntário neste projeto.

Vagno está no projeto desde 1996 onde foi secretário até então. Após o falecimento da Profº Iraci em fevereiro/2004 se tornou o novo coordenador.

Palavras do coordenador:

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça mais tenha vida eterna.” (S.João 3:16)

Para que todos conheçam e creiam na mensagem de Cristo estou aqui, este é o meu trabalho, às vezes me sinto pequeno diante desta grande responsabilidade, mas ao mesmo tempo posso desfrutar do privilégio de servir a Deus recebendo suas bênçãos, e ter pessoas especiais como vocês que colaboram direta e indiretamente acreditando e investindo neste projeto.
Eu acredito que este projeto significa o cumprimento da ultima etapa da missão, de levar mensagem, pregar o evangelho e preparar o povo para volta de Jesus.

Meu sonho é construir uma igreja, ainda que pequena em cada cidade do Estado do Ceará, como era o sonho da Profº Iraci e tenho certeza que é a vontade do nosso Deus.

O Projeto Hoje:

Atualmente temos 230 igrejas no Estado do Ceará construídas através de doações, estes templos estão documentados em nome da União Nordeste da Igreja Adventista do Sétimo dia. A administração dessas igrejas é feita pelos pastores distritais e suas respectivas comissões, como aconselhado no manual da igreja e todos os rendimentos financeiros são diretamente enviados para Missão Costa Norte, que os administra, não havendo nenhum tipo de repasse para o grupo.No caso destas igrejas e grupos o mais interessante é que o maior número deles está localizado nos sítios, nas roças, nos povoados, justamente as regiões mais pobres do estado.

A responsabilidade do projeto é arrecadar fundos fora do estado, contratar obreiros, alugar salões, comprar terrenos, construir os templos, os quais são entregues para organização adventista.

Hoje temos 35 obreiros bíblicos distribuídos em 11 distritos e mantidos através de ofertas de irmãos de todo o Brasil e também de algumas regiões dos EUA. Estes obreiros somente saem da cidade quando a igreja fica construída e sua liderança formada, então eles seguem para cidades onde não há adventistas. Temos hoje 40 salões alugados aguardando meios para que sejam construídos pequenos templos de acordo com o tamanho da cidade.

O que o projeto mais precisa no momento é de colaboradores, não somente de grandes quantias, mas de pessoas que tenham compromisso e queiram de todo o coração que o evangelho seja espalhado a todos os povos, pois somente colaboradores com este espírito poderão além de colaborar, orar e com a força de suas orações a missão será cumprida.